5 de julho de 2011

O Elefante e a Joaninha





Os papais de plantão vão ficar surpresos ao colocar o CD O Elefante e a Joaninha (MCD) de Hélio Ziskind no player e ouvir uma mistura de Rock Around the Clock do Bill Haley com Tutti Frutti do Little Richard sublinhando uma letra que ensina ao bebê da casa as delícias de uma Vitamina Tutti Frutti.

Quando se fala em disco infantil já se pensa em coreografia, repetições infinitas ou versões/paródias de algum filme de animação. Mas disco infantil não precisa ser infantil e muito menos limitado à apreciação das crianças. O Elefante e a Joaninha, embora possua uma linguagem compreensível para os pequenos, é dotado de uma sonoridade
não apenas adulta, mas sensível.

Hélinho é do ramo. Ouviu Miltinho e Beatles, Elis e Trini Lopez quando pequeno. Ao mesmo tempo em que ajudou a fundar o Grupo Rumo, da chamada vanguarda paulista, do qual participou como cantor, músico multi-instrumentista, arranjador e compositor, montou um estúdio onde criou trilhas para cinema, teatro, rádio e televisão.

O Elefante e a Joaninha é seu quinto disco autoral, precedido por Meu Pé, Meu Querido Pé (1998), O Gigante Da Floresta (2000), Cantigas De Roda (2004) e Trem Maluco (2006). Reúne canções recentes entre elas seis das mais de 100 escritas para o programa Cocoricó, além de outras que vinham em discos encartados em livros.


Agora elas ressurgem repaginadas entre as 14 músicas interpretadas por Hélio e a banda que o acompanha em shows pelo país, composta por Tarsila e Tess (vocais), Luciano Vieira (baixo), Vicente Falek (teclados), Sidney Borgani (trombone) e Ivan Rocha Soares (Bateria). No disco cabe destacar poucas e boas participações como a guitarra vintage de Mário Manga nos rocks Família Reloginho e Vamos Bailar, as cordas de Luiz Amato e Adriana Holtz em Na Casa do Cozinheiro, a voz poderosa de Marcelo Pretto, como o elefante Tom Maia na faixa título, a percussão de Guello e os sopros de Nailor Proveta.

Músicas como O Elêle, adaptada por Hélio de uma canção africana sobre colheita de arroz que lhe foi apresentada pelos argentinos do grupo Los musiqueros, a poliglota Volta Ao Mundo Num Balão com ecos do atualíssimo coletivo americano Of Montreal, Raios E Trovões alegre e brejeira como o carnaval de São Luiz do Paraitinga ou Pé De Feijão que parece alguma música esquecida do repertório de Carmem Miranda dão uma ideia do panorama musical desenvolvido por Hélio Ziskind em O Elefante e a Joaninha.

Várias vezes premiado, entre os trabalhos que desenvolveu destacam-se o CD que acompanha o celebrado livro O Som E O Sentido de José Miguel Wisnik, a análise de obras de Steve Reich e de Phillip Glass transmitidas pela Rádio Cultura, a premiada trilha para o espetáculo Nijinsky, de Naum Alves de Souza, os guias digitais para a 24ª Bienal de São Paulo, para Brasil + 500 anos – Mostra Do Redescobrimento, para a Pinacoteca de São Paulo e para o Museu de Futebol – além do CD Coração De 5 Pontas, de 2009, em que conta a história do São Paulo F.C. a partir dos hinos da torcida de diversas épocas.

Entre 1981 e 2004 o Grupo Rumo, oficialmente desfeito em 1994, produziu sete discos e um DVD. No ano passado um dos componentes reuniu os colegas para lançar o CD Sopa De Concha, assinado por Geraldo Leite e Os Amigos Do Rumo. No lançamento
foram aplaudidíssimos.



Se quiser conhecer mais o CD nesse link você consegue ouvir ele inteirinho: ttp://www.mcd.com.br/blog/?cat=5



Contos do Quintal: O elefante e a joaninha



Um dia, um elefante vinha cantando pela estrada 
tom-tom-tom, torom-torom 
Eu canto "lá embaixo", feito um contrabaixo 
Turu-rum-dum-dum… 
Minha voz é grave, eu sou da pesada 
Cada passo que eu dou é uma pancada… 
Tom-tom-tom, torom-torom 
Tom-tom-tom, torom-torom 
Tom-tom-tom, torom-torom 
- Minha tromba é um trombone 
Tom Maia! Tom Maia! é o meu nome 
Vejam vocês como a vida é 
Vinha vindo pela estrada, como sempre, muito bem-arrumada 
Joaninha chique linda, com sua capa de bolinha avermelhada 
Piri-biri-biri-bim 
Piri-biri-biri-bim 
- Um dia lindo assim, me dá vontade de cantar 
lá-lá-lá bem agudinho…feito um flautim 
Piri-biri-piriri-piriri 
Piri-biri-piriri-piriri 
O Tom escutou 
O Tom se encantou 
O Tom esticou o seu trombone até o chão 
Piri-biri-bim 
Puó-puó 
A Joaninha foi… com sua capa de bolinha 
Foi subindo, subindo 
Como uma rainha até o alto daquele cabeção 
Levantou duas patinhas e disse o quê? 
É funk na cabeça! 
Vamos batucar 
1, 2, 3, 4 
Tum-tum-tchá / Cutuntum-tchá 
Tum-tum-tchá / Cutuntum-tchá 
Tum-tum-tchá / Cutuntum-tchá 
Tum-tum-tchá / Cutuntum-tchá 
E foram cantando assim pela estrada sem fim 
(cantando o quê?) 
Eu fui feito pra ela, ele foi feito pra mim 
Tom Maia e Joaninha chique linda pela estrada sem fim 

Hélio Ziskind é músico e premiado pelo sucesso Meu Pé, Meu Querido Pé. Ele agora vai lançar o CD Trem Maluco e Outras Cantigas de Roda (MDC Music) 

Fabiana Salomão é ilustradora há 12 anos e adora cantar e dançar com seu filho entre um desenho e outro. Entre seus trabalhos, O Menino Que Furou o Céu (Ed. Scipione).




Custo Médio do CD: R$ 19,90

2 Comentaram - COMENTE AQUI:

Thaty disse...

Tô aqui ouvindo tudo e adorando!! Como diria a Alice: télo, télo!! :)

Elaina disse...

Que lindo!

Meus filhos vão amar!

Bjos

Elaina
http://www.vidademae.net/

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...